Goleiro campeão gaúcho do interior pelo SC São Paulo é homenageado no Aldo Dapuzzo

Goleiro campeão gaúcho do interior pelo SC São Paulo é homenageado no Aldo Dapuzzo

Sérgio Furtado recebeu o título de sócio-laureado na tarde da última terça-feira.

Por Assessoria 21/07/2021 - 15:15 hs
Foto: Fábio Dutra
Goleiro campeão gaúcho do interior pelo SC São Paulo é homenageado no Aldo Dapuzzo
Renato Lempek e Sérgio Furtado

Um dos maiores atletas da história do Sport Club São Paulo foi homenageado na tarde da última terça-feira, 20, no estádio Aldo Dapuzzo. O título de sócio-laureado foi entregue ao ex-goleiro Sérgio Furtado no Memorial Alexandre Lempek. "Sérgio é um dos grandes goleiros da história do Sport Club São Paulo e recebe de forma justíssima essa homenagem pelos seus serviços prestados ao clube." destacou o curador do espaço e ex-presidente do clube, Renato Lempek, durante a entrega do título. A iniciativa da homenagem partiu de uma ação conjunta do conselho deliberativo e da diretoria executiva do São Paulo.

Sérgio desembarcou na Linha do Parque no ano de 1979 e fez parte do histórico time dirigido pelo técnico Ernesto Guedes, junto de Toquinho, Valdir Lima, Tadeu Xavier, Paulo Barroco, Letierri, Astronauta, Motor, e outros craques. Ajudou o São Paulo a conquistar o título gaúcho de campeão do interior e a garantir uma vaga no campeonato brasileiro do mesmo ano. Entre tantas partidas importantes com a camisa rubro-verde, se destaca o famoso jogo contra o Flamengo em 1980. O rubro-negro carioca seria naquele ano campeão brasileira, e no ano seguinte venceria a Libertadores da América e o Mundial Interclubes. Naquela tarde, Sérgio conseguiu segurar um time que tinha Raul, Rondineli, Júnior, Tita, Adílio, Andrade e Zico.

"Na véspera daquela partida o meu companheiro de quarto na concentração, o meu saudoso irmão Tadeu Xavier não me deixou dormir. Quando eu tentava pegar no sono, ele me acordava e dizia que não ia deixar o Zico jogar. Eu não consegui dormir. Aquela energia do Tadeu foi boa e nós conseguimos segurar um empate em zero a zero. Merecíamos vencer, o Almir acertou uma bola na trave do Raul que já estava batido no lance." relembrou Sérgio.

O dia também foi de reencontro. Sérgio pode rever o ex-companheiro de time, Paulo Barroco. Os dois conversaram e resgataram os tempos como atletas no Aldo Dapuzzo. Quase 40 anos depois, o ex-goleiro voltou a pisar no gramado e ficar sob as traves da Linha do Parque. Sérgio defendeu de 1979 a 1982 as cores do Sport Club São Paulo. Atualmente reside em Santa Cruz do Sul, município da região central do Estado.